Ativos

Metrô SP Linha 6 Laranja

O Consórcio Move São Paulo - formado pela Odebrecht TransPort, Queiroz Galvão, UTC e um Fundo de Investimentos com participação dos mesmos grupos econômicos - foi declarado pelo Governo do Estado vencedor da licitação para a construção e operação da Linha 6-Laranja do Metrô. O contrato é de 25 anos. Serão seis anos de implantação e 19 de operação e manutenção, com investimento de R$ 8,9 bilhões.

No 15º ativo, o quinto em Mobilidade Urbana, a TransPort assume o compromisso de contribuir para melhorias em mobilidade urbana em São Paulo, oferecendo transporte com agilidade, conforto e segurança a milhares de passageiros.

O Consórcio será responsável pela construção, compra de equipamentos e operação da Linha 6-Laranja, na primeira e maior PPP (Parceria Público-Privada) integral de transporte do Estado de São Paulo. A Linha 6 ligará a zona norte (Brasilândia) à região central (São Joaquim), terá 15,5 quilômetros e 15 estações, e a estimativa é que atenda 634 mil passageiros por dia.

Queiroz Galvão
A Queiroz Galvão foi criada há mais de 60 anos em Pernambuco e, desde então, tem atuado em obras de infraestrutura para promover o desenvolvimento das regiões, Estados e países nos quais atua. A companhia conta com 50 mil colaboradores alocados em mais de 50 empresas que operam no segmento de Construção, Cimentos, Óleo e Gás, Desenvolvimento Imobiliário, Engenharia Ambiental, Gestão de Negócios, Energias Renováveis, Alimentos e Siderurgias e Indústria Naval. Na área de Construção, a empresa participou do empreendimento das Linha 4-Amarela e Linha 5-Lilás; Primeiro Monotrilho da América Latina; Metrô do Rio de Janeiro; Metrô de Fortaleza; Ferrovia Norte-Sul; BR101 entre outras. Presente em todos os Estados brasileiros e em países da América Latina e da África, também exporta seu know how para os Estados Unidos, Canadá e Europa.

UTCA
UTC Participações é a holding de um conglomerado formado por empresas líderes nas respectivas áreas de atuação, como a UTC Engenharia (engenharia industrial), Constran (engenharia pesada), UTC Óleo e Gás e UTC DI (Desenvolvimento Imobiliário). Com profundo conhecimento em infraestrutura, a UTC participou do projeto, implantação e desenvolvimento de sistemas de Metrô (São Paulo), portos (Sepetiba) e aeroportos (Congonhas e Guarulhos), por meio da Constran. Foi pioneira na construção de plataformas offshore, na década de 70, e desenvolveu as principais plantas do Complexo Petroquímico de Camaçari, além de plantas para diversas empresas privadas. Participou também de outros marcos da engenharia nacional, como a construção de Itaipu e da usina nuclear de Angra 2.

  • Odebrecht
  • © 2011 Odebrecht TransPort - Todos os direitos reservados
  • Sirius Interativa