Comunicação

Notícias

Cultura indígena vivaLista de Notícias

Segurança, geração de renda, preservação da cultura e do meio ambiente. Esses são alguns dos benefícios promovidos pela Rota do Oeste a 800 indígenas das Terras Tadarimana e Tereza Cristina, vizinhas ao trecho de rodovia sob concessão em Mato Grosso. Nos últimos dois anos, a empresa desenvolveu cinco projetos socioambientais nas aldeias.

As comunidades aprenderam a produzir mudas para a recuperação de áreas degradas e a comercialização para fins medicinais. A concessionária formou 54 brigadistas para o combate a incêndios e apoiou as tribos da etnia bororo a registrarem sua própria cultura em vídeos e fotografias.

“Contribuímos para fortalecer as comunidades indígenas com capacitação, recursos e estrutura. O maior objetivo é que os próprios índios valorizem e preservem sua riqueza cultural”, afirma Pedro Ely, gerente de sustentabilidade da Rota do Oeste.

A aldeia Tadarimana também ganhou um depósito de material reciclável para a separação do lixo e um centro comunitário, planejado pela empresa, para a realização de reuniões e eventos. Além das novas instalações, foram oferecidos cursos profissionalizantes e palestras sobre a prevenção ao alcoolismo, que apresenta altos índices nas aldeias.

Um novo projeto em parceira com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) está em aprovação para dar continuidade às ações.