Comunicação

Notícias

Duplicação entregueLista de Notícias

A Rota das Bandeiras entregou as obras de duplicação da rodovia Romildo Prado (SP-063), em Louveira, interior de São Paulo. Cerca de 13 mil motoristas que passam diariamente pelo local serão beneficiados.

Além da duplicação de 2 km, dois novos trevos foram implantados para melhorar as condições de segurança e circulação na via, além de uma passarela com 180 metros de extensão, a maior de todo o Corredor Dom Pedro. Foram instalados ainda passeio para pedestres e uma ciclovia.

"Atendemos a uma demanda que foi apresentada pela população local", explica a diretora-presidente da Rota das Bandeiras, Ana Carolina Farias, lembrando que muitas pessoas frequentam o Parque do Trabalhador, localizado na rodovia.

Nesse ano, será entregue a segunda etapa da obra com a conclusão de um novo viaduto, complementando a duplicação. Os investimentos nas obras das duas fases somam R$ 47,7 milhões, totalmente custeados pela Concessionária.

Além de contribuir para o fluxo do tráfego de veículos e ampliar a capacidade de escoamento da produção dos municípios, a construção gerou 450 empregos diretos e 240 indiretos.

 

Duplicação em Conchal

Outro ponto que recebe obras de duplicação está na rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), entre os municípios de Engenheiro Coelho e Conchal. Na primeira quinzena de março, a Rota das Bandeiras entregará a primeira etapa da obra, entre o km 175+300 e o km 180+160, em Conchal. O investimento, somente nessa etapa das obras, é de R$ 30,8 milhões.

Desde o começo da concessão do Corredor Dom Pedro, a Rota das Bandeiras já investiu R$ 2,3 bilhões em obras de manutenção, conservação e modernização do Corredor Dom Pedro. Entre as principais intervenções, além da duplicação da rodovia Romildo Prado, estão a duplicação da rodovia Eng. Constâncio Cintra (SP-360), entre Itatiba e Jundiaí; a implantação das novas vias marginais da rodovia D. Pedro I (SP-065) e a ampliação da rodovia José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), ambas em Campinas.